doloreslucia.cle@bol.com.br

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Encerrando a semana temática, entretanto, cultivando bons hábitos de alimentação!

Durante duas semanas, além de ensinar as crianças a ler, escrever, brincar compartilhando os brinquedos, respeitando uns aos outros e os espaços da escola, também exploramos bastante o conteúdo "alimentação saudável". Desse modo, as crianças aprenderam com situações práticas. Também desenvolveram a imaginação com João e Maria, (aquelas crianças da história), que comeram muitos doces e depois de tantos problemas com a bruxa, acabaram por encontrar um verdadeiro tesouro: frutas, legumes, verduras, alimentos ricos em ferro e vitaminas, os quais os deixaram sadios e felizes!
Fotos e textos: Dolores Rosa de Oliveira













domingo, 22 de julho de 2012

Artes na Escola

Sabemos o quanto as atividades que envolve a criatividade libertam a imaginação. Dessa forma, compreendemos as ações de desenhar, colorir, recriar, cantar e contar histórias, como momentos  fundamentais para as crianças aperfeiçoarem a sua coordenação motora e expressarem os seus sentimentos.


A oração alimenta o espírito!


Alimentação saudável


Olhe aí a turminha mandando o recado: Coma frutas e fique saudável!

Reunião Pedagógica



 



 Infelizmente, muitos pais não puderam comparecer. alguns justificaram que não poderiam, naquele horário, ausentarem-se do trabalho.
Dolores.




sábado, 14 de julho de 2012

REFLEXÕES...

Leiam um pouco, faz bem!


O Dia do Professor ainda está longe?
E o Dia do Estudante está perto, né?

Já pararam para pensar como vamos comemorar essas duas importantes datas? Importantes só para nós da Educação? Claro que não!
Com todo esse auê de greve, resta-nos compreender o porquê de alguns professores estarem tão ressentidos a ponto de esquecerem que devem continuar sendo estudantes. Afinal, não é somente o salário que deve ter qualidade e peso, mas também a qualidade da educação e o compromisso com o aluno e consigo mesmo.
É claro que nem todos os profissionais vestem a camisa e nem todos abraçam a causa. Por que será?
E aí, professores e alunos, aproveitaram a greve para fazer a lição de casa?
Professora Dolores.

Dia do Estudante - ano de 2011 Nos fantasiamos pelo prazer de agradar as crianças, somos felizes e respeitadas em nossa profissão, fazemos o que gostamos, somos professoras de Educação Infantil com nível superior.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Livros encantam

A biblioteca de nossa cidade está muito mais atraente: novos livros direcionados ao público de todas as faixas etárias e um ambiente acolhedor para uma leitura prazerosa.



 Encantamento

O gato viu de longe os peixinhos vermelhos. Ficou encantado.
Correu para pegá-los. Deu de cara com uma parede intransponível. Arranhou desesperadamente o vidro. Em vão. Os peixinhos nadavam de um lado para o outro, como se nada estivesse acontecendo. O inocente felino se deu conta da sua limitação, mas continuou durante bom tempo a apreciar tamanha beleza.
Revista Caras, ano VI, n.34, 22 ago.1997



E falando em livros...
Apresento a vocês a melhor leitora de histórias que conheço. Ela, quando abre o livro, vive a história e as crianças ficam quietinhas prestando atenção. Isso nos leva a concluir que é preciso gostar de ler para ler bem uma história, principalmente quando esta é dirigida ao público infantil. 

Pró Paty







O Projeto de Leitura deste ano está germinando. Estamos ansiosas para começar. Abaixo, algumas fotos do ano de 2011.

Apresentação da história
A Maragarida Friorenta 


terça-feira, 10 de julho de 2012

Oi família Gente Nova!

Começamos esta semana com uma melhora na frequência dos alunos. Que bom! Lugar de criança de 0 a 6 anos é nas classes de Educação Infantil. É uma oportunidade para a criança interagir com outras de mesma idade e aprender a desenvolver habilidades que serão muito úteis durante toda a sua escolaridade e sua vida como cidadão. 

Aos Pais ou responsáveis pela criança:

  • Encaminhem-as diariamente à escola na qual estão matriculadas;
  • Oriente-as nas atividades escolares;
  • Eduquem-nas de forma a aceitar regras de convivência na escola ou em qualquer lugar.
Conteúdos que estamos trabalhando nesta semana:

  • Tema: A família (valores, constituição da família)
  • Formas geométricas (quadrado)
  • Numeral 5
  • Alfabeto
  • Nome próprio, etc. 
Observação:

Enviar à escola fotos da família.

Ah, os brinquedos! parte indissociável da infância.




MANIFESTO
pelo fim da publicidade e da comunicação mercadológica
dirigida ao público infantil

Em defesa dos direitos da infância, da Justiça e da construção de um futuro mais solidário e sustentável para a sociedade brasileira, pessoas, organizações e entidades reafirmam a importância da proteção da criança frente aos apelos mercadológicos e pedem o fim das mensagens publicitárias dirigidas ao público infantil.


A criança é hipervulnerável. Ainda está em processo de desenvolvimento bio-físico e psíquico. Por isso, não possui a totalidade das habilidades necessárias para o desempenho de uma adequada interpretação crítica dos inúmeros apelos mercadológicos que lhe são especialmente dirigidos.

Consideramos que a publicidade de produtos e serviços dirigidos à criança deveria ser voltada aos seus pais ou responsáveis, estes sim, com condições muito mais favoráveis de análise e discernimento. Acreditamos que a utilização da criança como meio para a venda de qualquer produto ou serviço constitui prática antiética e abusiva, principalmente quando se sabe que 27 milhões de crianças brasileiras vivem em condição de miséria e dificilmente têm atendidos os desejos despertados pelo marketing.

A publicidade voltada à criança contribui para a disseminação de valores materialistas e para o aumento de problemas sociais como a obesidade infantil, erotização precoce, estresse familiar, violência pela apropriação indevida de produtos caros e alcoolismo precoce.

Acreditamos que o fim da publicidade dirigida ao público infantil será um marco importante na história de um país que quer honrar suas crianças.

Por tudo isso, pedimos, respeitosamente, àqueles que representam os Poderes da Nação que se comprometam com a infância brasileira e efetivamente promovam o fim da publicidade e da comunicação mercadológica voltada ao público menor de 12 anos de idade.
http://www.publicidadeinfantilnao.org.br/

Minha opinião:
Como professora de crianças na faixa etária de 4 a 6 anos, tenho presenciado desde a manifestações de choro e birra até a mal estar, com sintomas de febre, por exemplo, em crianças que não realizam o desejo de possuir algum brinquedo ou objeto alvo de desejo. Todos esses problemas ocorrem porque são instigadas pela publicidade que é dirigida a elas, de tal forma, que o desejo de possuir o brinquedo ocupe seus pensamentos, a ponto de levar os pais a realizar a vontade das crianças ou então frustrá-las com um não.
Digo NÃO:
  • À propaganda direcionada à criança;
  • À venda de quaisquer objetos no interior das escolas, que por serem atraentes ao público infantil e alvo de desejo das crianças, instiguem-os ao consumismo desnecessário.
Eu, Dolores 
  Lembro-me que, quando eu era criança, os brinquedos às vezes, nasciam de nossa imaginação e eram confeccionados em sucata  ou  madeira. Hoje em dia, o consumismo aumentou e os brinquedos já não trazem tanto prazer, muito menos originalidade. Já tive o encanto de brincar com bonecas de pano costuradas pela minha mãe e de um jogo de mesa e cadeirinhas feitas com latas de óleo, pelo meu tio. As crianças de hoje, se sonham com brinquedos, nem percebem o jogo de interesses que está por trás e elas tornam-se um joguete, um foco de lucro das grandes empresas.

 Vamos incentivar as nossas crianças a produzirem os seus próprios brinquedos?

cavalinho de garrafa pet
vai e vem








Professora Dolores.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Bem vindos ao mês de julho



Depois de dez dias de recesso escolar retornamos ao CEI Gente Nova!

É isso mesmo, embora alguns pais ainda não tenham encaminhado seus filhos à escola, saibam que já estamos antenados com as atividades escolares e hoje já enviamos a segunda tarefinha da semana. Com as faltas constantes, seu filho (a) ficará prejudicado na aprendizagem. Pensem nisso!  

 

Fotos da festa caipira:





 
cumadi Lucia e cumadi Fátima